Documentário sobre a tua Escola

Informação Adicional

  • Nome: Documentário sobre a tua Escola
  • Capacidade(s) linguística(s): Falar; Ouvir; Escrever
  • Duração: 3 x 60 minutos mas variável dependendo das circunstâncias individuais e do grau de resultado esperado
  • Língua-alvo: Inglês ou outra
  • Recursos ICT:

    Câmara de vídeo ou outro dispositivo capaz de captar imagem e som. PC para edição, Internet para acesso ao clipart, projetor, acesso à Internet, conta Youtube.

  • Competências ICT: Filmar e editar vídeos; Pesquisar na Internet; Usar o computador.
  • Situação / tema(s): Criar um documentário sobre sua escola. Nota: o contexto para esta tarefa é flexível. O nível de proficiência e as competências parte do vocabulário pode ser genérico, o contexto poderia ser sobre a sua cidade natal, por exemplo.
  • Requisitos do produto ou pré-requisitos: Os alunos já devem estar familiarizados com o vocabulário relacionado com instalações de uma escola e técnicas básicas de entrevista.
  • Eu posso...:
      • Trabalhar eficazmente num grupo e cumprir o papel atribuído;
      •  Elaborar um roteiro para uma curta-metragem em língua estrangeira, utilizando vocabulário e gramática adequada;
      • Entrevistar uma seleção de colegas e adultos na comunidade escolar;
      • Ajudar na edição e produção do documentário;
      • Apresentar o documentário a colegas e professor (es) para comentário e avaliação;
      • Carregar o documentário na intranet ou Youtube
  • Produto: Documentário filmado para Intranet da escola ou upload na Internet.
  • Requisitos do produto ou pré-requisitos:

    Os alunos já devem estar familiarizados com o vocabulário relacionado com instalações de uma escola e técnicas básicas de entrevista.

  • Processo:

    Os alunos (em grupos) são convidados a discutir o que deve ser incluído no documentário
    • Um resumo do esboço do documentário proposto é compartilhado com os colegas em discussões de grupo;
    • Os grupos devem alterar, se necessário, a sua proposta inicial à luz dos contributos do grupo;
    • A discussão detalhada ocorre nos grupos. Para fazer isso de forma eficiente, os grupos devem designar funções e tarefas entre os seus membros.
    • Os alunos devem ser autorizados a deixar a sala de aula para completar o cronograma de filmagem e, se for caso disso, todas as entrevistas. Se necessário pedir autorização à Direção da escola e a outros colegas, docentes, funcionários.
    • Visualização da gravação de filmes e áudio para fazer seleções do material a incluir no produto final.
    • Edição do material selecionado e inclusão de gráficos, conforme apropriado.
    • Apresentação do projeto documental aos colegas e professores.
    • Carregar a versão final aprovada na intranet ou internet, por exemplo, no Youtube.

  • Divisão de papéis (opcional): • Grupos distribuídos no início, de comum acordo, ou pelo professor, conforme apropriado, • Os papéis dentro dos grupos são negociados pelo grupo com o professor na qualidade de conselheiro, se necessário.
  • Atividades sugeridas para consolidação ou continuação do plano:

    Os Grupos assistem e ouvem os documentários e fazem anotações. Opiniões e comentários são compartilhados com os apresentadores. O professor deve apontar qualquer vocabulário chave ou estruturas que foram usados durante toda a tarefa e ajudar com quaisquer dificuldades de linguagem.

  • Fatores de sucesso ou critérios de avaliação:

    Os alunos terão sucesso se eles alcançarem o seguinte:

    • Identificarem informações apropriadas para incluir no documentário·
    • Estabelecerem um plano de trabalho;
    •  Negociarem razoavelmente os papéis a desempenhar dentro do grupo;
    • Concluírem a filmagem/entrevista no tempo previsto.
    • Apresentarem o documentário de uma forma coerente e fluente
    • Forem informativos e divertidos;
    • Forem capazes de fornecer uma crítica construtiva em trabalho de pares;
    • Agirem em conformidade com o feedback fornecido fazendo alterações conforme necessário;
    • Concluírem carregamento do trabalho para a intranet/internet.
  • Autores/as: John De Cecco; Lindsay Dombrowski
  • Conselhos práticos para os professores:

    Os alunos já devem estar familiarizados com a realização de filmagens e as ferramentas de edição. As competências de apresentação e trabalho colaborativo serão continuamente desenvolvidas.

  • Comentários metodológicos ou didáticos adicionais:

    Alguma assistência técnica pode ser necessária no início e isso pode envolver uma demonstração / exemplificação à turma do estilo ou formato do documentário desejado.

  • Razões pelas quais esta tarefa é um modelo de melhores práticas:
    • As competências em TIC são competências essenciais no plano educacional, social e relacionado com o trabalho;
    • A tarefa requer competências essenciais do trabalho colaborativo.
  • Impacto que se espera que tenha sobre as práticas e atitudes de ensino:
    • A tarefa facilita a incorporação das TIC na sala de aula e incentiva o trabalho de colaboração.
    • A motivação dos alunos é reforçada pelo desenvolvimento de competências úteis na vida real e que lhes servirão durante toda a sua aprendizagem ao longo da vida.
  • Razões pelas quais esta tarefa viaja bem:

    A tarefa incorpora muitas características significativas de competências linguísticas presentes nos currículos nacionais, o desenvolvimento de competências em TIC e de trabalho colaborativo.

     A situação específica, porém, pode ser modificada, adaptada ou expandida quando necessário, para atender às restrições curriculares, mantendo a essência dos produtos e competências da tarefa definidas. Tais alterações podem requerer adaptações dos níveis QECR. Na verdade, os níveis do QECR originais, como indicado para esta tarefa, não devem, por si só impor restrições sobre a gama de competências para as quais a tarefa é apropriada. Os professores deverão usar sua experiência profissional para determinar quais as modificações necessárias.

  • Fundamentação e/ou bases teóricas da tarefa: TBLT usando níveis de referência do QECRL.

Tarefas por tandem